sábado, junho 26, 2010

( 6 ) Comentários

Menina de Rua




Um dia eu aguardava em uma Estação de ônibus da minha cidade, crianças fumavam e “pegavam pircula” pelo chão. Passado isto, recentemente uma amiga me mostrou: “Olhe onde o menino está deitado!” Ele dormia no relento, sobre a grama entre a calçada, no meio de carros em movimento, sem se preocupar com barulho ou perigo.
Quem se importa? Agente finge que não vê...


(A história abaixo é fictícia)

Ela aproximou-se lentamente riscando o chão com seus pés sujos e maltratados, seus olhos indiferentes rubros e pequenos passavam despercebidos entre seus longos e quebradiços cabelos molestados assim como suas vestes. Longa blusa usava. E esta já lhe cheirava mal.


Suas pernas acuavam-lhe descansar seus 13 anos na calçada. Não obstante a multidão que passava, já apetecia desembrulhar seu sujo saco quase vazio e colado para reabastecer e esconder sua face obstruindo seus dilemas. Porém a atenção ao aglomerado de pessoas próximas que gritavam e se abraçavam cerrou-lhe a ação. O que vira trouxe ânimo bastante para levantar e caminhar até eles. Queria atenção. Queria ser criança entre eles.

Quando se aproximou, todos já estavam novamente inerciados pela Copa do Mundo e com duas esmeraldas à face assistiam o rolar da bola sobre a grama verde nas TV’s do outro lado da vitrine. Cogitou pedir algo a elegante senhora ao seu lado, mas bastou tocá-la para que recebesse de volta um olhar repreensivo sucedido de resmungos pavorosos. Umidamente, seus olhos cristalizavam mais a cada tentativa enquanto a multidão se dispersava ao ver a cena. Tendo já saído quase todos, veio um segurança e a lançou fora.

Enquanto via suas lágrimas correrem com a chuva que lavava seu corpo, abrigou-se como pôde (mal), sentou-se, desembrulhou seu saco sujo e esvaziou seu recipiente de cola nele.

No dia seguinte, imóvel conforme permitiram, estava a menina de mente vaga cuja sina era findar-se ao lado de um recipiente que agora estava vazio.

Minha participação no Blog
Fábrica de Letras


Imagem Via Youtube
6 Responses to " Menina de Rua "
29 de junho de 2010 11:37
Poesia e literatura não podem estar dissociadas da realidade. Por mais mundos fantásticos que visitemos por meio delas, há que mantermos os olhos atentos ao que nos rodeia de fato.

O que se nos apresenta aqui é um recorte da nossa realidade cruel, maquiada por propagandas governamentais, que pregam 'tudo vai bem'.

O poeta não deve temer o real, deve atingir a profundidade que lhe é inerente. Você o faz aqui, com alma e coragem.

Há muito mais 'jogos' a serem vencidos por nosso país.
Basta olhar em volta.

Abraço.
Ricardo
29 de junho de 2010 18:06
Nossa dá uma dor no coração assistir isto. Um desespero, uma angústia. Em que ponto chegamos? O que temos negociado? Até quando? Até quando?

Ainda assim, é importantíssimo o que tem feito, a difusão da informação ajuda no despertar.

Beijoos
Anônimo said :
30 de junho de 2010 12:26
Fico triste com o descaso das pessoas com o próximo. Sua postagem nos faz lembrar que nada fazemos para melhorar este quadro social. Se cada um de nós fizessemos um pouquinho apenas, muita coisa iria mudar. Afinal estamos no mundo para quê? "Fora da caridade não há salvação", palavras de Jesus. Ninguém vai ao Pai sem ajudar ao próximo.
Vamos refletir amigos e ajudar, não estamos neste mundo apenas para saciarmos desejos e necessidades.
Estamos no mundo de provas e expiações, a vida nos desafia a mostrarmos que somos capazes, de ajudar sem distinção, fazer o bem sem olhar a quem.
Chica said :
1 de julho de 2010 06:51
Teu conto relata uma triste realidade, aquela que não gostaríamos ...Mas é triste o descaso, o desleixo de todos...Ficou muito bom! abraços, tudo de bom,chica
1 de julho de 2010 11:35
Essa realidade acontece todos os dias em todas as grandes cidades e ninguém consegue fazer nada para evitar. As pessoas deveriam ser mais solidárias sim, ajudar o próximo independente de qual situação. É muito triste ver e ouvir tudo isso. Infelizmente, é o Brasil.
Bjs
1 de julho de 2010 20:24
[...] Os melhores posts dos melhores blogs, toda quinta-feira neste mesmo horário, neste mesmo blogueeeenho :)
Links legais de blogs sensacionais.
Enjoy! [...]

Related Posts with Thumbnails

 

"O que fazemos na vida ecoa na eternidade."



 

Este blog possui atualmente:
Comentários em Publicações!
Widget UsuárioCompulsivo

Online